Foto: Reprodução

Vico, que homenageou o pai, fez dois gols e ajudou o Vitória a receber premiação de R$ 1,5 milhão

Vico era só sorriso, de orelha a orelha, ao final do duelo desta quinta-feira (5), no Barradão. O Vitória bateu o Lagarto-SE por 3×1 com dois gols do atacante rubro-negro, sendo o segundo uma pintura. Com a vitória no duelo único, o Leão avançou à terceira fase da Copa do Brasil. Vai enfrentar o Ceará, com jogo de ida em Fortaleza e o de volta, em casa.

O atleta de 23 anos abriu o placar com quatro minutos de jogo, após vacilo da zaga do time sergipano. Aos 31 da etapa final, dominou a bola fora da área, ajeitou para o pé esquerdo e acertou um chutaço com curva, no ângulo.

Vico só parou de sorrir quando foi perguntado na saída de campo para quem havia dedicado o golaço. O atacante se emocionou diante da câmera: “Muito difícil de falar. Tudo o que passei para chegar aqui… Me emociono muito, porque só eu e meu pai sabemos o que passei para chegar aqui e ser coroado com um gol desses. Agradeço a Deus e dedico esse gol a meu pai. Hoje é o dia mais feliz da minha vida como atleta profissional”. O pai de Vico chama-se Everaldo.

ASSISTA A ENTREVISTA:

O atacante disse que o chute de fora da área era um fundamento que vinha sendo cobrado dele pela comissão técnica: “O nosso auxiliar Flávio Tanajura brigou comigo falando ‘cara, você tem um bom chute, por que não tenta chapar de fora da área quando clarear’? Dominei na esquerda, a zaga abriu o meio para mim e tive a felicidade de marcar um belo gol”.

Antes do lance, aos 23 minutos da etapa final, Vico havia perdido um gol cara a cara com o goleiro e lamentou-se muito por isso: “Fiquei chateado porque é um lance que eu treino muito e não costumo errar. Era para ter cavado a bola, tirado do goleiro. Perdi o gol e fiquei muito chateado por isso”.

VEJA TAMBÉM: Com vaga na terceira fase, Vitória garante mais R$ 1,5 milhão na Copa do Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui