Presidente do Vitória relata situação crítica em apresentação de orçamento para 2018 1


A noite desta quarta-feira foi de reunião para o Conselho Deliberativo do Vitória para definir o orçamento de 2018. O encontro foi iniciado com falas de dirigentes do clube baiano, entre eles o presidente Ricardo David, eleito no último dia 13. Ele relatou dificuldades de caixa e pontuou que é preciso ter cuidado para não deixar o Leão em situação financeira delicada.

– Vai ser impossível esperar um Vitória pelo menos razoável se não estivermos juntos. Não tem como. O que vamos apresentar… O que foi feito no Vitória neste ano, e os números espelham… É possível recuperar? É possível sim. Nós já começamos isso desde as 8h do dia 14. Estamos aqui initerruptamente todos esses dias. Não tenho dúvidas que podemos. Mas vocês vão ver. Ou fazemos juntos, ou não terei a mínima capacidade… de reverter onde o Vitória chegou. Vamos apresentar, apresentar da pauta ser de apresentação do orçamento do ano que vem, não faz nenhum sentido dizer sobre o Vitória de 2018 sem deixar pelo menos uma notícia do que foi o Vitória em 2017. O Vitória de 2018 é completamente consequência do que ocorreu até agora. (…) A situação é muito crítica. A gente precisa estar juntos. Não tem outro caminho. Ou a gente dá as mãos, ou não vamos sair da situação que o Vitória chegou – disse Ricardo David no início da reunião.

Por votação, os conselheiros decidiram encerrar a transmissão feita pelas redes sociais antes de que os números de 2017, e o orçamento de 2018, fossem apresentados. Houve, no entanto, tempo para os dirigentes voltarem a afirmar que a lista de salários do elenco, vazada neste ano, atrapalham as negociações para renovações e também a busca por reforços. Às 21h40, o vídeo com o início da reunião do Conselho Deliberativo havia sido retirado da página oficial do Vitória no Youtube.

– Importante passar para vocês o que estamos vivendo. Temos um atleta que temos todo o interesse na renovação, tivemos três reuniões exaustivas para renovar contrato. Mas sabem qual o ponto que não está batendo e que talvez não seja possível? É que ele sabe quanto todos os atletas do Vitória ganham. Ele tem esse número. Não tem jeito. Ele diz o seguinte: “Não é possível que fulano ganhe menos que cicrano”.

Possivelmente não vamos conseguir fazer essa renovação. As bases que ele está pedindo, seria irresponsável. E essa gestão não é irresponsável. Vamos mostrar alguns números. Eu, particularmente, se eu fosse jogador de futebol e estivesse do lado de fora, pensaria duas vezes antes de vir para o Vitória. É a verdade – disse David antes da transmissão ser encerrada. Em outubro, um relatório elaborado pelo Conselho Fiscal referente ao primeiro semestre do ano foi divulgado no site oficial do clube. O documento alertava que o Vitória corria o risco de chegar a dezembro com um déficit de R$ 12 milhões.

Dá pra notar que o comentário lançado pelo presida tem um contexto, no entanto a banda podre só veicula a parte que lhe convém… Aqui é Vitória porra, picuinhas não vão nos atrapalhar @ECVitoria @ECVRicardoDavid pic.twitter.com/hwYnE26VyH

— Lucas Barral (@LucasBarral1) 28 de dezembro de 2017

Conforme o relatório, o Vitória gastou, somente em salários, aproximadamente R$ 5 milhões além do previsto para o primeiro semestre. Com despesas recorrentes, o clube extrapolou o limite orçamentário em R$ 3 milhões. O dinheiro aplicado no Departamento de Futebol Profissional é R$ 1,8 milhão superior ao planejado.

O orçamento do Vitória para 2017 foi definido em R$ 77.928.763, com uma despesa de R$ 77.926.435, o que resultaria em saldo positivo de R$ 2.327.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui