PETKOVIC COMPARA PÊNALTI MARCADO PARA O PALMEIRAS COM “ASSALTO AO BANCO CENTRAL” 1



No lance, o colombiano Yerry Mina se enroscou com o zagueiro Walace e caiu dentro da área. O árbitro marcou pênalti e o Palmeiras empatou a partida que acabaria virando ainda na primeira etapa.

“Foi um assalto ao Banco Central. Um crime o pênalti que o juiz deu para o Palmeiras. Não é a primeira vez que somos prejudicados. Temos que rever essa situação. Infelizmente o árbitro prejudicou”, reclamou Petkovic.
O dirigente afirmou que vai entrar em contato com a CBF e pedir a punição de Bruno Arleu, lembrando ainda de um lance em que Patrick foi derrubado dentro da área alviverde.

“No segundo tempo, tivemos chances claras. A primeira com Neilton e depois com Wallace na trave. Teve o pênalti em cima de Patric e aí dizem que ele não caiu… O juiz tem obrigação de dar a falta, pois quando cai dizem que é cera e punem o jogador. Foi um assalto ao Banco Central que fizeram com a gente. Vamos entrar com uma representação na CBF. São 14 rodadas e já fomos prejudicados em mais de quatro”, completou.
Assista a entrevista:

Imagens: Esporte Interativo / Vitoria/Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui