Na mira do Botafogo, Kieza tem aval do novo técnico, Felipe Conceição: "Encaixaria bem" 1



Novo técnico alvinegro elogia “jogo jovial” e experiência do atacante do Vitória de 31 anos: “Se movimenta, é um atacante de mobilidade, boa finalização, boa técnica”

Na tarde desta quinta-feira, Felipe Conceição, que como jogador era conhecido como Felipe Tigrão, foi apresentado oficialmente na sala de imprensa de General Severiano como técnico do Botafogo. Com a missão de suceder Jair Ventura, o novo treinador prometeu dedicação máxima e sabe que terá de dar sequência ao processo de renovação. Pediu paciência da torcida, falou sobre os novos reforços e não escondeu o desejo de contar no elenco com o atacante Kieza, do Vitória, na mira da diretoria alvinegra.

– Excelente atacante, acho que dispensa comentários. Se vier, realmente agregará, é um cara mais experiente, porém com uma característica de jogo jovial. Se movimenta, é um atacante de mobilidade, boa finalização, boa técnica. Acho que encaixaria bem, mas vamos ver os próximos capítulos – disse o novo treinador em entrevista ao “Seleção SporTV”.

Com 31 anos, Kieza, pretendido também pelo Vasco, marcou 12 gols em 31 partidas em 2017. O jogador ficou cerca de dois meses fora da equipe baiana durante o Brasileirão devido a uma luxação no ombro direito que o obrigou a passar por cirurgia. Na Série A, marcou três gols em 13 partidas.

Mas enquanto Kieza não chega, Conceição terá uma nova dupla recém-contratada para testar: o atacante Leandro Carvalho, trocado com o Paysandu por Renan Gorne e Victor Lindenberg, e Luiz Fernando, meia-atacante do Atlético-GO de 21 anos, que custará aos cofres de General Severiano R$ 2,5 milhões, além de 20% dos direitos econômicos de Fernandes e 40% dos de Vinícius Tanque, cedidos por empréstimo na transação. Perguntado se os dois chegam para serem titulares, não deu garantias.

– Isso a gente vai ver no dia a dia. Iniciamos o nosso trabalho. Se eles vão ser titulares ou não, vai depender do dia a dia deles dentro do clube, dos treinamentos. O perfil é o que a gente está buscando, de atletas jovens, em potencial, que já tiveram algum destaque. Tanto o Leandro quanto o Luiz Fernando, nas suas equipes das quais vieram. Vamos procurar potencializá-los, assim como os jovens que a gente tem na casa. É um processo de evolução que, com isso, vai fortalecer o coletivo.

Tal como na coletiva, Felipe Conceição pediu paciência à torcida alvinegra no processo de renovação do clube.

– Será fundamental, até porque a média de idade está entre 23, 24 anos, então teremos jovens no elenco, então essa visão de paciência da torcida junto com o crescimento dos atletas no dia a dia é fundamental.

Auxiliar de Jair Ventura, Felipe Conceição acha que o ex-treinador alvinegro, recém-saído para o Santos, deixou uma boa espinha dorsal. Mas quer imprimir seu estilo pessoal.

– Vamos procurar equilíbrio e performance. Eficácia em todos os momentos do jogo, seja ofensivo, defensivo ou nas transições. Aa gente vai procurar uma exigência grande de performance e aproveitar essa sequência do clube de um trabalho para que nos facilite, até porque eu participava do trabalho do Jair. E foi um trabalho que rendeu muitos frutos, trouxe crescimento para o clube. É a gente aproveitar esse trabalho e continuar crescendo, lógico que implantando algumas ideias que eu tenho como treinador, respeitando as características desse novo elenco. Mas seguindo essa projeção de crescimento.

O novo treinador do Botafogo garantiu também que motivação não vai faltar na nova função.

– Assumo com muita alegria, sentimento de gratidão pelo reconhecimento de tudo o que eu fiz desde que cheguei. Estou muito motivado, já iniciamos com muito trabalho dentro de campo. E é levar isso para os atletas e continuar trabalhando.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui