Guilherme Rend marcou o gol do Vitória diante do Sport — Foto: Aldo Carneiro / Pernambuco Press

Titular do Vitória desde a pré-temporada, Guilherme Rend marcou gol contra o Sport, seu primeiro como profissional rubro-negro

Apesar de ainda não ter vencido o primeiro jogo com o time principal do Vitória, o volante Guilherme Rend tem aproveitado bem as chances no time do técnico Geninho. Titular desde a pré-temporada, Rend agrada pela participação em campo e, na última partida, contra o Sport, ainda balançou as redes pela primeira vez como profissional em chute de fora da área. O gol foi fundamental para a equipe que, mesmo não jogando bem, empatou com o Sport fora de casa em 1 a 1.

– Gol inexplicável. Primeiro gol como profissional, em um momento da partida em que a gente vinha sofrendo pouco. Um jogo difícil, contra o Sport, na Ilha do Retiro, e, graças a Deus, fui abençoado com um gol de fora da área.

Emprestado ao Vitória pelo Athletico, Guilherme chegou ao clube em 2019, quando atuou pelo time sub-23. Nesta temporada, não só está integrado ao grupo principal, como conquistou a posição de titular.

– Expectativa das melhores. Venho trabalhando forte desde o ano passado com a equipe sub-23. Depois passei para o profissional e já vinha treinando forte para que, quando chegasse este momento, eu estivesse preparado. Eu abracei a oportunidade, estou preparado demais para a oportunidade que o Vitória está me dando. Fui presenteado com um gol na temporada já, duas belíssimas partidas, como vocês vinham dizendo. Graças a Deus, estou preparado para este momento.

“O Vitória pode esperar só coisas boas de Guilherme. Sou voluntarioso para dentro do grupo. Se precisar marcar, vamos marcar forte. Se precisar chegar na frente, fazer uns golzinhos também. Vamos chegar. Com certeza, trabalhar forte para saírem mais uns gols até o fim da temporada”, continua o volante.

Animado após o gol, Guilherme está perto de disputa pela primeira vez um Ba-Vi no time principal. O jogo está marcado para o próximo sábado, na Arena Fonte Nova, pela Copa do Nordeste.

– Muito [ansioso]. Primeiro clássico no profissional. Tive oportunidade de jogar o Ba-Vi como aspirante, mas profissional é outra coisa. Sabendo da dificuldade do jogo. Mas focado e trabalhando forte para chegar no Ba-Vi forte.

Guilherme Rend é titular do time principal do Vitória desde a pré-temporada — Foto: Letícia Martins / EC Vitória / Divulgação
Guilherme Rend é titular do time principal do Vitória desde a pré-temporada — Foto: Letícia Martins / EC Vitória / Divulgação

O Ba-Vi está marcado para as 18h (horário de Brasília) deste sábado. O Vitória ocupa a 5ª posição no Grupo B do Nordestão, com dois pontos conquistados.

Confira outros trechos da entrevista de Guilherme Rend

Brincadeiras após primeiro gol
– Foi das melhores. A zoação no vestiário: “Ah, foi um chute despretensioso, foi sorte”. Mas, com certeza, o trabalho do dia a dia, a força de vontade do grupo, a experiência dos mais velhos, o querer dos mais novos, de querer ficar entre os profissionais. É uma junção que vem dando certo no Vitória. Queremos levar para o longo da temporada.

Chute planejado?
– Foi um chute planejado. No aquecimento, a gente já vinha percebendo que o gramado da Arena Pernambuco estava com irregularidades dentro da área do goleiro. Então a prioridade do chute era para bater no chão antes do goleiro mesmo. Um chute forte, que não deu muito para pensar. A bola veio rápida. Foi o tempo só de tirar e bater forte no gol.

Trabalho nos treinos
– A gente trabalha para isso. Durante o dia, pós-treino, é uma característica minha, o chute forte de fora da área. Naquele momento, foi a oportunidade. Uma bola que o Carleto tocou para o Gerson e, consequentemente, passou. Eu vinha chegando por trás. Graças a Deus, pude acertar um belo chute e abrir o placar.

Chute planejado
– Expectativa boa para a gente fazer os primeiros seis pontos na Copa do Nordeste, que é um jogo importantíssimo, jogo decisivo, que é o Ba-Vi. Sabemos das dificuldades da partida, de o Bahia ser o mandante. Não sei como vai ser a torcida. Mas estamos concentrados, trabalhando forte. Vamos trabalhar forte durante a semana para chegar forte no Ba-Vi.

Responsabilidade
– Sim. Não só para mim, mas para todo o grupo. Graças a Deus, fui abençoado com mais um belíssimo jogo, com mais um gol. A responsabilidade só aumenta, não para mim, mas para todos do grupo. É um grupo forte, que, com certeza, vai chegar bem focado para fazer um excelente Ba-Vi e conseguir uma vitória.

Veja também: Eron decide no fim, e Vitória bate o Vitória da Conquista fora de casa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui