Erasmo Damiani, ex-CBF, é o novo diretor de futebol do Vitória 1

Executivo com passagem por Figueirense, Palmeiras, Atlético-PR e categorias de base da CBF substitui Cléber Giglio


Os trabalhos no Vitória já começaram. Minutos depois de ser declarado novo presidente do Leão, o engenheiro Ricardo David, de 56 anos, confirmou que o homem forte do futebol rubro-negro em 2018 será Erasmo Damiani. O executivo foi coordenador de seleções de base da CBF e acumula passagens por equipes como Figueirense, Palmeiras e Atlético-PR. Ele assume o lugar até então ocupado por Cléber Giglio.

“Estou trazendo o diretor que conseguiu o único título que Brasil não tinha medalha: olímpica. Vamos conversar com o treinador Mancini para iniciar a transição”, disse o presidente eleito, confirmando que o técnico está mantido no cargo para a próxima temporada. 

O futebol, inclusive, será um dos primeiros desafios de Ricardo David no comando do Vitória. Será dele a missão de montar o elenco para 2018. Alguns jogadores que atuaram este ano têm contrato se encerrando em dezembro, enquanto outros estão na mira de alguns clubes. O primeiro jogo oficial do Leão em 2018 será no dia 17 de janeiro, diante do Globo-RN, pela Copa do Nordeste. 

“Não espere de mim nada mirabolante, nada que não possa ser implementado no Vitória. O Vitória precisa de novas práticas, precisa de ter agregado todo o futebol, a toda parte financeira, o que há de mais moderno. Eu estou reunindo pessoas que vão me ajudar nesse processo e tenho certeza que com essa tecnologia, o torcedor terá muitas surpresas”, afirmou Ricardo David. 

O profissional, que acumula experiências em diversos clubes e na CBF ainda comentou um pouco sobre a sua carreira. “Tenho uma carreira iniciada no atletismo, sou formado em Educação Física. Depois, trabalhei no Figueirense e no Avaí como preparador físico. Em 2004, entrei no Figueirense como gerente de base, onde fiquei até 2007. Depois, fui gerente de futebol profissional do próprio Figueirense. Em seguida, passei dois anos no Atlético-PR, depois no Palmeiras e cheguei à coordenação de base da Seleção Brasileira”, completou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui