Foto: Divulgação

Caique vai para o CSA, enquanto Nickson espera por propostas

Enquanto novas promessas ganham espaço no elenco principal do Vitória para a temporada 2020, outras que por enquanto não vingaram começam a deixar o clube. Neste início de semana, o Leão definiu o futuro de dois atletas: Caíque e Nickson.

Caíque já tem clube. O goleiro de 22 anos será emprestado ao CSA até o final da próxima temporada. Para não perdê-lo de graça, o Vitória estendeu o contrato do atleta, que acabaria em dezembro de 2020, até o final de 2021.

Nickson está à espera de convites como esse. O que foi definido é que o meia de 22 anos não atuará mais pelo time principal do Leão no ano que vem. Enquanto uma proposta não aparece, ele treinará com o time sub-23, que disputará o Campeonato Baiano.

O contrato de Nickson vai até dezembro de 2021. Nesta temporada ele disputou 19 jogos, sendo sete como titular, e marcou três gols. Desde agosto, porém, não vinha sendo relacionado para o time principal. Após más atuações na Série B, acabou relegado à equipe sub-23.

Em junho, em áudio de Paulo Carneiro que acabou vazando, o presidente criticou o condicionamento físico de Nickson, que estava acima do peso. Em 24 de agosto, no empate em 0x0 com o Operário no Barradão, o meia acabou vaiado pela torcida por conta da má atuação.

Caíque

O goleiro disputou apenas sete jogos pelo time principal em 2019. A passagem foi meteórica: virou titular logo após a eleição de Paulo Carneiro, no início de maio, na estreia da Série B, na derrota por 3×1 para o Botafogo-SP.

Na terceira rodada da Série B – derrota por 3×2 para o Guarani – falhou gravemente em um dos tentos do adversário. Foi logo retirado do time principal, tendo treinador e jogado apenas pela equipe sub-23 até o final de 2019.

Veja também: CSA tenta contratar um goleiro de Vitória para 2020

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui