Acusado de racismo, Santiago Trellez divulga vídeo se pronunciando sobre o assunto, assista! 1



O último clássivo Ba-Vi do ano tinha tudo para ser uma festa bonita. Tricolores e rubro-negros fizeram uma partida disputada, bem jogada, até que uma confusão tomou conta dos minutos finais. O volante Renê Júnior ficou transtornado. Do banco de reservas, veio a informação: um jogador do Vitória teria chamado o jogador do Bahia de “macaco”.


Inicialmente furioso e depois chorando, Renê deixou o gramado sem falar com jornalistas. Foi abraçado por jogadores tricolores e rubro-negros e saiu cabisbaixo de campo. De acordo com os jogadores do Bahia, o responsável pelo ato racista foi o atacante colombiano Santiago Tréllez, que deixou o gramado sem dar entrevistas e não quis se posicionar sobre o ocorrido.

Após o confronto, Renê Júnior fez um pronunciamento na sala de imprensa da Fonte Nova e afirmou que não vai denunciar o jogador rubro-negro. “O que aconteceu é inadmissível no mundo de hoje, mas eu sou maior que isso aí. Não é qualquer palavra que vai me colocar para baixo. Eu queria que eu, meus filhos, e todos os outros negros fôssemos julgados pela personalidade, e não pela cor da pele. Não vou dar queixa, não. Eu sou maior que isso aí. Pra mim, a maior punição vem de Deus”, disse.


Alguns instantes atras, o atacante do Vitória, Santiago Tréllez, divulga vídeo se pronunciando sobre o ocorrido no Ba-Vi deste domingo (22), realizado na Fonte Nova, assista:

O atacante do Vitória, Santiago Tréllez, divulga vídeo se pronunciando sobre o ocorrido no Ba-Vi deste domingo (22), realizado na Fonte Nova pic.twitter.com/4K6iPIyUsf

— E.C. Vitória (@ECVitoria) 23 de outubro de 2017



DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui